Mestre Kiko


Discípulo de “Mestre Nô”, atualmente coordena um dos núcleos da Associação Brasileira Cultural de Capoeira Angola Palmares em Santa Catarina.

Começou a praticar capoeira em março de 1992 no Colégio de Aplicação/UFSC com o professor Moriel Costa.

Em 1995 inicia sua trajetória como professor de capoeira sob a orientação do Mestre Calunga na Academia Catarinense de Ginástica – Colégio Catarinense. Na ocasião, o Mestre lhe convidou para ser seu substituto durante uma viagem de um ano que faria para a Espanha em 1996. Iniciou assim um programa de formação como monitor para assumir as aulas do Mestre Calunga. Na mesma época, assumiu também as aulas no Colégio de Aplicação-UFSC durante o período em que seu professor Moriel necessitou afastar-se.

A experiência com a capoeira despertou também o interesse em aprofundar os estudos sobre a cultura corporal do movimento. Assim, ingressou no curso de Licenciatura em Educação Física pela Universidade Federal de Santa Catarina-UFSC formando-se em 2001.

Ao longo desses anos vem desenvolvendo projetos com aulas de capoeira em diversos locais e para todas as idades. Foi professor de capoeira no Colégio de Aplicação/UFSC, no Colégio Geração Beira-mar, CIC – Centro Integrado de Cultura, Centro Cultural Kirinus, Cenarium Escola de Dança e Escola Sarapiquá, onde permanece até hoje como professor de Educação Física e Capoeira.

Participa regularmente de encontros, festivais e cursos de formação com o intuito de manter seu aprendizado em relação aos fundamentos da Capoeira Angola.  Desde 2012 tem sido convidado para ministrar aulas no “Annual International Festival of Capoeira” – Afro Brazil Arts em Nova Iorque – EUA, evento organizado anualmente por Michael Goldstein – Mestre Ombrinho, o primeiro estrangeiro a receber a graduação de mestre na capoeira.

Em 2012, Mestre Calunga inicia um novo trabalho e funda a Associação Cultural Fortaleza da Ilha, desvinculando-se do Grupo Palmares. Neste mesmo ano, Kiko decide permanecer filiado à Associação Brasileira Cultural de Capoeira Angola Palmares e organiza um núcleo desta Associação em Florianópolis onde passa a ser orientado diretamente por “Mestre Nô” (Salvador-BA), que com mais de 60 anos dedicados à capoeira, é hoje um dos Mestres tradicionais mais importantes do Brasil ainda em atividade.

Foi formado Mestre de Capoeira em setembro de 2018 durante a realização do seu Encontro Anual sob a coordenação geral de Mestre Nô.